Procon Tocantins orienta consumidores a negociar dívidas com bancos por meio do consumidor.gov

0
6
De acordo com o Procon Tocantins a negociação das dívidas promovida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Banco Central (BC), nos dias 2 e 6 de dezembro, poderão ser feitas por meio da plataforma consumidor.gov.
Fonte Luciene Lopes/Governo do Tocantins

O Consumidor tocantinense tem até sexta, 06, para negociar suas dívidas com sete instituições financeiras em todo o País. As renegociações que tiveram início nesta segunda, 02, e se estende até sexta-feira, 06, poderão ser realizadas por meio da plataforma consumidor.gov.

De acordo com os bancos, a Semana de Negociação e Orientação Financeira oferecerá condições especiais e até 90% de desconto na negociação de dívidas em atraso.

Promovida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Banco Central (BC), as negociações poderão ser feitas presencialmente ou via internet para clientes com dívidas no Itaú Unibanco, Bradesco, Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil (BB) ou Banrisul, com atendimento em horários especiais que vão até as 20hs.

Consumidor.gov

Consumidor.gov.br é um serviço público que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet e é monitorado pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, Procons, Defensorias, Ministérios Públicos e também por toda a sociedade.

Segundo o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, a ferramenta consumidor.gov é dinâmica e traz celeridade na resolução de conflitos de consumo operando de forma desburocratizada. “Esse meio de solucionar as demandas entre fornecedor e consumidor tem ganhado adeptos cada vez mais,  considerando que a plataforma tem executado atividades com a segurança que o consumidor precisa. Nesse sentido, a preocupação dos órgãos de defesa e segurança do consumidor é trazer cada vez mais aprimoramento dos serviços e das relações de consumo”, ponderou.

Resolutividade

De acordo com a Senacom, atualmente, 80% das reclamações registradas no Consumidor.gov.br são solucionadas pelas empresas, que respondem as demandas dos consumidores em um prazo médio de 7 dias.

Foto: Antônio Gonçalves/Governo do Tocantins.