Polícia Civil prende empregado suspeito de ter ajudado grupo de assaltantes no roubo em fazenda no município de Figueirópolis

0
26

Mandado de prisão preventiva foi cumprido nesta sexta-feira, 3, por policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA – Palmas) e da 90ª Delegacia de Polícia de Figueirópolis.

 

Em maio deste ano, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA – Palmas) e da 90ª Delegacia de Polícia (Figueirópolis), cumpriu na manhã desta sexta-feira, 3, um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 34 anos. Ele é suspeito de ser um empregado da fazenda Paraná, em Figueirópolis, onde teria ajudado um grupo de assaltantes a roubar seu patrão.

Conforme o delegado titular da DERFRVA – Palmas, Rossilio Correia, consta em conversas telefônicas que o suspeito informou a um membro do grupo de assaltantes detalhes sobre a rotina da vítima, sobre a quantia em dinheiro guardada na casa, sobre as joias que estavam em posse da vítima, o melhor horário para o roubo, assim como outras informações. Desse modo, ele teria sido a pessoa que repassou dados privilegiados para que o roubo fosse consumado e, em contrapartida, receberia parte do proveito do crime, estimado em R$ 20 mil.

Além disso, o suspeito também teria fornecido ao grupo uma planilha contendo a relação de reses de gado vendidas pela vítima e a quantia recebida em dinheiro. Com essas informações, o grupo saberia exatamente o valor a ser roubado na fazenda.

Três membros do grupo de assaltantes já se encontram presos e suas fichas de antecedentes criminais revelam que são contumazes na prática de roubos com violência às pessoas.

A operação foi coordenada pelos delegados Rossílio Correia, Anderson Case e Vando Rodrigues e contou com o apoio da Diretoria do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) e da Polícia Militar de Figueirópolis.

 

Por: Dicom/SSP