Polícia Civil apreende quase 5 kg de drogas e prende suspeito de tráfico em Araguaína

0
9

Drogas estavam na casa do suspeito no setor Araguaína Sul.

Mais de cinco quilos de drogas, arma de fogo de uso permitido, quase R$ 2,7 mil em dinheiro apreendidos e a prisão de um suspeito de 32 anos por crime de tráfico de drogas. Este foi o resultado de mais uma ação de combate ao tráfico realizada nesta quarta-feira, 16, pela 2ª Divisão Especializada na Repressão a Narcóticos (2ª Denarc), de Araguaína.

Conforme o delegado-chefe da unidade, José Anchieta de Menezes Filho, o indivíduo preso nesta quarta já estava sendo investigado há algumas semanas devido a fortes indícios de que ele estaria envolvido com o tráfico de drogas na cidade de Araguaína. “Já estávamos monitorando as ações do suspeito quando obtivemos informações de que ele havia recebido certa quantidade de droga e tinha a intenção de revender o entorpecente em sua própria residência, que funcionava como ponto de venda de drogas”, disse a autoridade policial.

Com base nas informações levantadas, os policiais civis da 2ª Denarc foram até o endereço do indivíduo onde presenciaram um intenso fluxo de usuários de drogas entrando e saindo do local, no Setor Araguaína Sul. Desse modo, os policiais civis adentraram no imóvel e, após a realização de buscas no interior da residência, localizaram e apreenderam uma pistola, calibre 380, municiada, R$ 2.700 em dinheiro proveniente do tráfico de drogas, bem como cerca de 4kg de maconha e meio kg de crack.

Diante dos fatos, o homem, que já tem passagens pela Polícia, foi conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Na ocasião, os policiais também flagram um homem fazendo uso de drogas, que também foi conduzido até a Central de Atendimento e autuado por posse de drogas para consumo.

Balanço

Com a apreensão desta quarta-feira, a 2ª Denarc contabiliza 15 kg de drogas apreendidos em três dias. Para o delegado Anchieta, o alto índice de apreensão de drogas é motivo de comemoração, pois significa que o entorpecente não mais chegará às mãos de pequenos traficantes e usuários, o que reduz, sobremaneira, a incidência de outras modalidades criminosas advindas do tráfico.

“O trabalho que vem sendo realizado pela Polícia Civil, em especial pela 2ª Denarc, tem resultado em várias prisões e apreensões. Isso para nós é muito importante, uma vez que o tráfico de drogas tem se convertido em uma fonte de grande lucro para alguns traficantes, sendo que muitos crimes como roubos e furtos são decorrentes dessa modalidade criminosa”, pondera o delegado Anchieta.

 

Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins