A greve dos caminhoneiros também afeta a rede de ensino pública e privada em todo o estado. A Universidade Federal do Tocantins (UFT), a Universidade Estadual (Unitins) e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) anunciaram suspensão de aulas. A paralisação chegou ao sétimo dia e tem causado diversos reflexos.

Uma das principais consequências da greve foi o desabastecimento de combustível. Os postos de Palmas, Araguaína e Gurupi não possuem mais gasolina e álcool. Além disso, segundo o sindicato dos postos, mais de 80% dos revendedores do estado estão sem combustível.

Confira a suspensão nas principais instituições de ensino:

UFT

Conforme a reitoria, a suspensão das atividades acadêmicas e administrativas começou neste sábado (26) nos campus de Palmas, Porto Nacional e Miracema, e deverá continuar até que as condições de mobilidade para as atividades sejam restabelecidas. Apenas atividades essenciais serão mantidas.

Nos campus de Araguaína, Arraias, Gurupi e Tocantinópolis as atividades acadêmicas e administrativas serão mantidas até uma nova avaliação.

Unitins

Na Universidade Estadual do Tocantins também suspendeu as atividades acadêmicas no campus de Palmas, no período matutino e vespertino. As atividades serão feitas por meio digital. No período da noite está mantida a programação presencial do II Colóquio de Ensino, Pesquisa e Extensão.

IFTO

A Reitoria do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) informou que as atividades acadêmicas e administrativas estão suspensas a partir desta segunda-feira (28). Essa medida vale para as unidades de Araguaína, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Lagoa da Confusão, Formoso do Araguaia, Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Pedro Afonso e reitoria.

Nos campus de Araguatins e Gurupi as atividades serão mantidas durante a manhã e reavaliadas durante o dia. Além disso, a manutenção da suspensão será reavaliada diariamente. Apenas atividades essenciais serão mantidas.

Rede municipal de Palmas

Segundo a assessoria da Secretaria de Educação, a partir desta segunda-feira (28) será feito o levantamento da situação de cada escola individualmente. Mas no período da manhã haverá aula normalmente. O transporte coletivo também está funcionando.

Rede estadual

A Secretaria de Educação informou que as aulas serão mantidas nas escolas estaduais. Porém, na última sexta-feira (25) estudantes da Escola Estadual Elisângela Glória foram liberados mais cedo e as aulas foram suspensas porque a unidade ficou sem gás de cozinha para preparar a merenda escolar.

Universidades particulares

A Católica do Tocantins informou que as aulas estão suspensas nesta segunda-feira (28). Também foram suspensas as provas do processo seletivo agendado, no período da noite. Apenas o administrativo funcionará, das 8h às 18h.

O Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) também suspendeu todas as atividades acadêmicas devido à falta de combustível em Palmas e região. Apenas os setores administrativos funcionarão em horário comercial.

Escolas particulares

As aulas também foram suspensas em vários colégios particulares de Palmas nesta segunda-feira (28). Entre eles: Colégio Marista, Centro Educacional São Francisco de Assis e Colégio Ulbra Palmas.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario