O tenente-coronel do Exército Brasileiro Alexandre de Almeida foi preso em flagrante na terça-feira (23) por suspeita de desviar armas para clubes de tiro. O oficial era responsável pela fiscalização do armamento no Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi aberto para investigar o caso. A prisão foi confirmada pelo Comando Militar do Leste e pelo Centro de Comunicação Social do Exército nesta quinta-feira (25).

Almeida tinha a obrigação de fiscalizar a importação e o comércio dessas armas para civis, o funcionamento de clubes de tiros, a venda de explosivos, a blindagem de veículos, além da atuação de caçadores, atiradores e colecionadores.

A página do Exército na internet mostra que, em janeiro do ano passado, o tenente-coronel Alexandre de Almeida foi homenageado pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo “pelos relevantes serviços prestados a atletas e praticantes de tiro esportivo”.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario