Mais de 65 mil pessoas podem ter o título cancelado. Eleições suplementares realizadas no Tocantins também contam para cálculo de cancelamento.

Quem deixou de votar nas três últimas eleições só tem até o fim desta segunda-feira (6) para procura um cartório eleitoral e se regularizar. Caso contrário, poderá ter o título de eleitor cancelado. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), mais de 65 mil pessoas estão nesta situação no Tocantins.

Cada turno de votação corresponde a uma eleição para o cálculo do cancelamento. Além disso, as eleições suplementares realizadas no Tocantins em 2018 também entram na conta.

O eleitor que tiver o título cancelado vai enfrentar problemas para ter acesso a serviços que dependem da certidão de quitação eleitoral. Uma lista com os nomes dos eleitores e os títulos cancelados será disponibilizada pela Justiça Eleitoral a partir do dia 24 de maio.

Os eleitores podem consultar o título eleitoral pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na área de Serviços ao Eleitor. Quem estiver com a situação irregular pode iniciar o processo de regularização ainda pela Internet, emitindo a guia de pagamento da multa.

Depois, precisa ir até o cartório eleitoral levando um documento oficial com foto, comprovante de residência e o título de eleitor. A multa cobrada é de aproximadamente de R$ 3,50.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario