Em uma homenagem nostálgica a uma nação desaparecida, uma estátua de bronze do ex-líder iugoslavo Josip Broz Tito foi inaugurada nesta quarta-feira (19) em Podgorica, a capital de Montenegro.

Tito, que comandou a Iugoslávia comunista entre o fim da Segunda Guerra Mundial e sua morte, em 1980, foi criticado por alguns em casa e no exterior por ser um ditador totalitário.

Mas muitos em seu país o viam como um governante benevolente que manteve uma coexistência pacífica com etnias diversificadas. A Iugoslávia e suas seis repúblicas começaram a desmoronar devido a guerras uma década depois de sua morte.

O monumento em Podgorica – chamada Titogrado entre 1946 e 1992 em sua homenagem – foi instalado em um parque por iniciativa da prefeitura e de um grupo de veteranos comunistas da Segunda Guerra Mundial.

Uma de três estátuas idênticas feitas pelo escultor Antun Augustincic em 1948, a imagem em tamanho real, que mostra Tito em uniforme militar com um sobretudo nos ombros, foi colocada em um salão comemorativo de um quartel do Exército.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario