Brasília

Alvo de busca e apreensão da Polícia Federal nesta quarta-feira (19), o ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações) afirmou que os cerca de R$ 300 mil apreendidos em sua casa em dinheiro vivo têm comprovação de origem.

Ele sustentou que a empresa suspeita de lhe repassar R$ 350 mil por mês de fato prestava serviços para a JBS.

“Os valores apreendidos [pela PF] possuem comprovação de origem, eles preenchem todos os requisitos legais e eles têm vinculação com o bloqueio de bens que eu tenho, o que me leva a adotar esse tipo de conduta”, disse Kassab à Folha.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario