O presidente do Sindicato dos Auditores de Rendas do Estado (Sindare), Jorge Couto, reagiu com indignação ao pedido do governador Mauro Carlesse (PHS) para que os deputados estaduais rejeitem ainda na tarde desta quarta-feira, 31, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do subteto do funcionalismo.

“Já que são contrários um teto único com base no subsídio de desembargador, desde logo, propomos, em nome do ajuste fiscal e já que a fonte de recursos é única, o teto único do subsídio de governador para todos os Poderes, bem assim o corte na mesma proporção de 20% nos respectivos duodécimos”, afirmou.

Couto ainda disse que a mesma sugestão deve ser estendida para os subsídios de procuradores do Estado, que vinculados ao Poder Executivo, têm o seu teto remuneratório de desembargador e não de governador.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario