Cerca de 100 pessoas compareceram ao primeiro culto realizado pela Igreja Evangélica Luterana de São Paulo desde o desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida, no dia 1º de maio, no qual morreram ao menos sete pessoas. O templo religioso ficava localizado ao lado do prédio, no Largo do Paiçandu, no centro da cidade de São Paulo, e foi parcialmente destruído após o incêndio.

O culto foi celebrado na manhã de domingo, 8, pelo pastor Frederico Carlos Ludwig em uma tenda montada ao lado do que restou da igreja. Segundo nota divulgada pelo religioso, o espaço já realizou a reconstrução da infraestrutura básica, o que inclui esgoto, água, energia elétrica, gás e telefone, dentre outros.

“Com as nossas atividades voltando ao normal, vamos nos concentrar na segunda etapa que é a reconstrução do nosso templo”, escreveu o pastor por meio de nota. De acordo com ele, será iniciada em breve a elaboração do projeto de reconstrução da igreja, que é tombada em nível estadual (desde 1986) e municipal (dede 1992).

De estilo neogótico, a igreja data de 1908. Ela havia sido parcialmente restaurada em 2015 após angariar a maior parte dos fundos (de R$ 1,3 milhão) junto à comunidade luterana de São Paulo. Cerca de 90% da estrutura foi destruída no desabamento.Igreja faz 1º culto após desabamento de prédio no Largo do Paiçandu
5


Compartilhar:

Deixe seus Comentario