Levantamento feito pelo CT sobre os resultados do primeiro turno da eleição suplementar divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dão um raio-X do desempenho dos candidatos a governador por região do Tocantins. A apuração não considerou a votação do candidato do Psol, Mário Lúcio Avelar, que aguarda decisão judicial.

Para o desempenho proporcional dos candidatos, o CT levou em conta o total de eleitores da região, não apenas os votos válidos. Ou seja, entraram no cálculo votos dados aos postulantes, abstenções, nulos e brancos.

Os candidatos das coligações “A Vez dos Tocantinenses”, Vicentinho Alves (PR), e “Governo de Atitude”, Mauro Carlesse (PHS), que foram para o segundo turno, venceram três regiões cada um.

Vicentinho foi majoritário nos municípios que formam o Jalapão, com 25,4% dos votos da região. Na microrregião de Miracema levou com 15,7% e no sudeste, 18,1%.

O outro candidato que chegou ao segundo turno, o governador interino Mauro Carlesse (PHS), da coligação “Governo de Atitude”, teve a maior vitória proporcional do primeiro turno na região sul. Ele ficou com 28,4% dos votos dos municípios do sul do Estado, 28.748 contra 9.660 para o segundo colocado, o candidato da coligação “A Verdadeira Mudança”, Carlos Amastha (PSB).

Apesar do ex-prefeito de Palmas ter vencido em Araguaína, foi Carlesse quem ficou com a maioria dos votos da microrregião da capital econômica do Estado. O governador interino recebeu 19,4% dos votos daqueles municípios, um total de 37.838 contra 29.268 para Amastha (15%).

Carlesse ainda venceu na microrregião do Rio Formoso, formado por Paraíso (veja a relação dos municípios por região no final desta matéria). O governador interino ficou com 15,6% dos votos locais.

No Bico do Papagaio, a vencedora foi a candidata da coligação “Reconstruindo o Tocantins”, Kátia Abreu (PDT), com 19,9%, mas seguida de perto por Vicentinho, com 18,3%.

Amastha venceu na microrregião de Palmas, que conta também com Porto Nacional, com 17,8% dos votos (45.716), acompanhado de perto por Carlesse, com 15,6% (40.077).

Abstenções
Mas o campeão do primeiro turno da eleição suplementar foram mesmo as abstenções. Elas foram maiores na microrregião do Rio Formoso, com 35,6% dos eleitores, seguido pelo sudeste, com 34,3%.

Confira a seguir a tabela com o resultado do primeiro turno por região:


Compartilhar:

Deixe seus Comentario