Ao menos seis pessoas morreram após um carro-bomba explodir diante de um escritório do governo local no centro de Mogadíscio, capital da Somália, neste domingo (2). A explosão destruiu, além do edifício oficial, o de uma escola religiosa.

O grupo extremista Al-Shabaab reivindicou o ataque, que também destruiu o teto de uma mesquita e danificou casas ao redor.
De acordo com a polícia local, há uma dezena de feridos e, entre os mortos, estão civis, soldados e o homem que dirigia o carro-bomba.

A escola do local estava aberta no momento da explosão, mas as crianças não estavam dentro do prédio pois era o momento do intervalo das aulas.

Mogadíscio é um alvo frequente da Al-Shabaab, um dos grupos terroristas mais perigosos da África. A Somália luta para conter a ação de grupos extremistas, uma ameaça frequente no país pelo menos desde 1991.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario