Setecentos corredores participaram na manhã deste domingo, 25, do 8º Desafio dos Fortes, última etapa do Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua, na Praia da Graciosa, em Palmas. O tempo nublado favoreceu os atletas profissionais e amadores do esporte, que realizaram o trajeto pela Ponte da Amizade Fernando Henrique Cardoso. Dois pelotões de 400 e 300 atletas se dividiram por trajetos de 6 km e 16 km, respectivamente.

Os primeiros colocados na classificação geral na prova de 16km foram Antônio Francisco Silva Costa, o Nego Léo, com o tempo de 51m56s e Elivanir Barbosa Borges de Paula, que marcou 01h07min37s. Nego Léo parabenizou a organização da prova e se disse satisfeito com seu desempenho. “Acho que este tipo de prova incentiva muito o esporte. Para mim, especialmente, que consegui o melhor tempo da prova, serviu como uma preparação para a Meia Maratona do Tocantins e a São Silvestre que pretendo correr no mês que vem”, disse ele.

“Fui melhor do que imaginei, contava que o tempo estaria quente, mas o clima mais ameno ajudou. Participei de todas as corridas do Circuito deste ano e estou muito feliz. Correr para mim significa ter saúde, alegria, disposição e amizades por perto. Tudo isso não tem preço”, avaliou Elivanir.

A festa do esporte reuniu atletas profissionais e amadores, que aproveitam as corridas do Circuito Virgílio como estímulo à prática de atividade física ao ar livre e em prol da saúde. É o caso do gerente comercial Edilson Cirqueira, 29 anos. Ele era sedentário quando pensou em realizar o Desafio dos Fortes em 2017. “Não consegui fazer a prova, então comecei a treinar duas vezes por semana. Perdi 26 kg. Se eu soubesse que era tão bom teria começado a correr há mais tempo”, disse Cirqueira, que conquistou a primeira colocação no trajeto de 6 km em 20 minutos cravados.

A professora de biologia Lethycia Suartte, 50 anos, divide seu tempo entre o trabalho e um programa de doutorado, mas ainda assim busca conciliar seus projetos profissionais com o esporte. “Essa é a terceira corrida que participo este ano. Acredito que esporte promove saúde e não me deixa adoecer. É algo que te prepara para uma velhice mais tranquila e te dá melhor qualidade de vida, com certeza”, afirmou.

Circuito de rua

É exatamente este o entendimento do Município ao realizar, com ajuda de parceiros, o Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua. “A Prefeitura de Palmas entende que apoiar a corrida de rua e práticas esportivas populares como um investimento e incentivo na saúde da população”, ponderou o presidente interino da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes), Giovanni Assis.

O presidente da Federação de Atletismo do Estado do Tocantins, Maurício Monteiro da Rocha, disse que não há um registro específico de praticantes da corrida de rua, mas que o crescimento do esporte é notável. “A corrida como esporte tem crescido no Tocantins de forma especial e o Circuito Virgílio Coelho tem melhorado muito isso”.

O diretor-sócio a LCM, empresaCi organizadora desta etapa do circuito, César Leão, ponderou que o 8º Desafio dos Fortes superou a expectativa da organização. “Conseguimos mobilizar muitos parceiros e pessoas que abraçaram a corrida”, celebrou.

Classificação geral – Masculino (16 km)

1. Antônio Francisco Silva – 51h56min

2. Eliésio Miranda da Silva – 52h54min

3. Leoney Oliveira Gomes – 53h28min

4. Leandro Santos Silva – 54h33min

5. Adriano Chiarani da Silva – 54h36min

Classificação geral – Feminino (16 km)

1. Elivanir Barbosa Borges – 01h07min37s

2. Leia Carneiro Matos – 01h08min15s

3. Claudia Resende Alves de Souza – 01h09min35s

4. Monalisa Reis – 01h10min45s

5. Paula Rovani – 01h13min25s


Compartilhar:

Deixe seus Comentario